Os novos critérios de reputação do Mercado Livre ?>

Os novos critérios de reputação do Mercado Livre

O marketplace Mercado Livre anunciou que irá considerar novos critérios para definir a reputação das lojas virtuais que utilizam da plataforma para potencializar suas vendas. As novidades começarão a valer a partir do mês de Julho e também valerão para que as lojas estejam no programa MercadoLíder.

Com os novos critérios é possível que reputações de lojas consolidadas dentro do marketplace caiam e isso gera muita expectativa. Por isso vamos explicar nesse post quais são esses novos critérios, que são baseados em bom atendimento e eficiência logística. O Mercado Livre já disponibilizou para os lojistas uma ferramenta que simula os efeitos das novas mudanças.

Já falamos aqui no blog sobre os critérios de suspensão de cada marketplace, se você ainda não leu sobre isso, essa é uma boa oportunidade de saber ainda mais o que fazer o que não fazer na sua operação de vendas online.

O Mercado Livre vai pautar a reputação dos lojistas em três fatores chave:

– Volume de reclamações: esse número não poderá ser maior do que 5% do total de vendas do lojista. O marketplace diz que esse percentual pode mudar, mas ainda não deu detalhes sobre isso.

– Índice de atraso: é preciso que os lojistas sejam pontuais nas postagens de produtos, o índice não poderá ser maior do que 20% do total de vendas. Além do número o Mercado Livre também irá comparar a performance de envio entre lojistas da mesma categoria.

– Número de vendas: se os outros critérios forem cumpridos e o lojista tiver três ou mais vendas nos últimos três meses de operação, a loja poderá ter seu termômetro na cor verde escura, que representa a melhor reputação possível.

A nova reputação vai privilegiar a experiência de compra do consumidor. E-commerces que sejam ágeis e que respeitem o limite de 24 horas úteis na postagem estarão a frente de outros que tenham atrasos. A partir de Julho o Mercado Livre também diminuirá a relevância das qualificações, ter 100% das qualificações positivas não será mais suficiente para compensar um índice alto de atraso nos envios.

Além dos novos critérios as mudanças mais pontuais no programa MercadoLíder, que dá privilégios para os melhores lojistas, também impactarão as vendas dos lojistas. O tempo mínimo de conta passará a ser de três meses, apenas lojas com reputação verde escura poderão fazer parte do programa e será necessário manter um índice de reclamações menor do que 2% do total de pedidos. A loja também não poderá ter mais do que 5% das vendas canceladas com devolução de dinheiro.

Com essas mudanças fica claro que o marketplace está se preocupando em ter parceiros com uma gestão de vendas cada vez mais profissional e com um ótimo atendimento ao consumidor. Os lojistas que derem a importância devida aos novos critérios conseguirão se destacar no Mercado Livre, conquistando uma boa visibilidade dos seus anúncios e consequentemente um maior número de vendas.

Compartilhe esse artigo:

Comentários

comentarios

4 thoughts on “Os novos critérios de reputação do Mercado Livre

    1. Olá Alina!:D
      Ficamos muito felizes com seu feedback!
      Por favor passe mais vezes pelo blog e indique para seus amigos. 🙂
      Uma boa tarde e bons negócios!

  1. boa tarde comprei um programa e não instalou via link e ele devolveu o dinheiro mais até agora não fui notificado pelo mercado livre o valor é baixa mais norma é norma

    1. Olá Alex, esse não é o canal oficial do Mercado Livre, somos um ferramenta para e-commerces.
      Por favor, entre em contato com o vendedor que você realizou a compra ou através da central de ajuda do Mercado Livre.
      Obrigado!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *