Um aumento de 12%. Esse número poderia ser sobre qualquer outro assunto, mas ele é exatamente o aumento de novos consumidores que realizam sua primeira compra no e-commerce, desde o começo da pandemia.

Com as lojas físicas fechadas e as pessoas precisando manter o distanciamento social a todo custo, as compras nas lojas virtuais e marketplaces subiram consideravelmente, e alguns segmentos viram crescimento com mais de 100%. É como no caso dos brinquedos, por exemplo, que registrou uma alta de 434% segundo a ABComm e a E-Commerce Brasil, logo no começo da pandemia.

 

Porém, engana-se quem acredita que o crescimento do e-commerce aconteceu apenas por causa da pandemia. Antes mesmo dela, em 2018, o e-commerce cresceu 12% e faturou R$ 53,2 bilhões segundo a Ebit/Nielsen. Já em 2019, o crescimento foi de 22,7%, faturando R$ 75,1 bilhões, em relação a 2018, segundo o relatório NeoTrust 2ª edição.

 

Com o alto e acelerado crescimento, o e-commerce passa a ser não apenas uma opção para a época de pandemia, mas principalmente para as empresas que querem crescer expandindo seus negócios para outras regiões, onde seu negócio físico não consegue chegar e o marketplace tem papel fundamental nesse crescimento.

 

 

ADESÃO AOS MARKETPLACES

Para se ter ideia de como os marketplaces estão crescendo no Brasil, somente no primeiro semestre de 2019, eles cresceram 13%, o e-commerce, de modo geral cresceu 12%. Já o faturamento, por sua vez, foi de R$ 17, 6 bilhões, enquanto o e-commerce faturou R$ 26, 4 bilhões, segundo a E-Commerce Brasil.

 

Ainda segundo a E-Commerce, 95% das pessoas que compram online, compram com frequência em markertplaces, o que mostra a força desses canais de venda.

 

E aqui no ANYMARKET, um dos marketplaces que mais vendem é a Via Varejo, detentora das marcas Ponto Frio e Casas Bahia. E se essas duas empresas têm grande representatividade no comércio físico em todo território nacional, imagina a representatividade dela no mercado online, onde além da possibilidade de vendas para qualquer região, ela conta com um serviço exclusivo de entrega do produto no ponto físico no dia seguinte.

 

E traçando uma estratégia de venda matadora e sendo uma das lojas que mais vendem na Via Varejo, hoje trazemos um case de sucesso do ANYMARKET + Via Varejo: a Mania Virtual.

 

O CASE MANIA VIRTUAL

 

A empresa iniciou suas atividades ainda em 2005, quando decidiram levar para o mundo do e-commerce uma loja de confiabilidade e credibilidade de eletrônicos. Uma das políticas mais importantes da empresa é a preocupação em dar um bom atendimento ao cliente, ter uma boa nota na plataforma e manter a rentabilidade sem cair a qualidade dos produtos.

 

Entretanto, com o decorrer dos anos, a Mania Virtual foi acrescentando em seu portfólio com produtos de informática, beleza e saúde. E hoje, eles atingiram mais de cinco mil produtos em seu site e mais de dois milhões de clientes de todas as regiões do Brasil.

 

Pensando em como expandir os negócios e se desenvolver ainda mais no mundo digital, a empresa passou a planejar a estratégia de expansão com os marketplaces, sem deixar a loja virtual de lado.

 

Assim como muitos lojistas, a Mania Virtual também se preocupou em traçar uma estratégia onde o marketplace acabava sendo um canal de vendas a mais para a empresa e não mais um concorrente, que poderia roubar suas vendas.

 

E se por ser uma loja maior, as pessoas acreditam que ela não teve problemas iniciais com a estratégia de expansão, enganam-se, pois mesmo zelando pelo atendimento excelente, a empresa afirma que atender o cliente com bom preço, diante da concorrência acirrada que só cresce dia pós dia é uma das maiores dificuldade até hoje, imagina quando tinham que controlar vários canais ao mesmo tempo!

 

Segundo a empresa, a decisão de ir para os marketplaces, além da expansão dos negócios, era dar maior visibilidade à marca, um maior apoio na época da crise dos caminhoneiros (que foi quando a empresa decidiu colocar essa proposta em ação) e uma melhor negociações de comissões para produtos específicos, exposições e visibilidade no site.

 

A Via Varejo surgiu apenas depois da entrada nos marketplaces e esse foi um dos principais desafios. A empresa afirma que por estar mais acostumada com as ferramentas dos concorrentes, como o Mercado Livre, por exemplo, inicialmente, ela teve dificuldades iniciais, mas que foram sanadas com um estudo mais profundo do canal.

 

O Gerente de Marketplace da Mania Virtual afirma que entrar na Via Varejo não era algo aleatório e sem conhecimento, muito pelo contrário, a Via Varejo sempre apareceu no topo dos cinco melhores marketplaces para lojas virtuais venderem e que isso foi o fator decisivo para a persistência no canal, mesmo frente ás dificuldades iniciais.

 

E segundo a empresa, essa foi a decisão mais acertada que eles tomaram, depois que entraram para o mundo digital. Hoje a Via Varejo é o canal mais rentável da empresa e mesmo em meio a pandemia, continua com o título de maior canal de vendas da Mania Virtual.

E quando falamos do futuro, a Mania Virtual consegue ver apenas boas coisas. Segundo a empresa, o crescimento é certo, pois a tendência é que cada vez mais o cliente procure facilitar sua vida com procedimentos rápidos e a compra pela internet nada mais é do que pesquisar e ter garantia do menor preço de forma rápida, eficaz e pratica.

 

A além da categoria de eletroeletrônico e beleza, a Via Varejo tem muitos outros canais de venda. Por isso, com certeza sua empresa poderá estar aqui, sendo um case junto com esses grandes sellers! E para se tornar um vendedor é bem simples! Basta clicar aqui, preencher um formulário e aguardar seu cadastro ser aprovado.

 

Depois disso, você poderá usar sua plataforma do ANYMARKET para cadastrar seus produtos e vender com uma estratégia bem montada e focada em seu negócio, assim como a Mania Virtual faz! Venha ser um case Via Varejo no ANYMARKET!

Compartilhe esse artigo: