Blog

O impacto do mobile commerce

9 de maio de 2016 | Nenhum comentário

O mobile commerce ou m-commerce é o uso de dispositivos móveis para compras na web. Com o surgimento das redes 3G, smartphones e outros dispositivos portáteis de tecnologia avançada, é cada vez mais comum finalizar uma compra em qualquer lugar, pela palma da mão.

Os usuários de mobile, segundo a Comscore, passaram de 400 milhões em 2007 para 1,75 bilhão em 2015. Entre julho e setembro do mesmo ano, 20% das compras feitas no Brasil pela Internet foram concluídas no smartphone ou no tablet e a média global foi de 35%. Segundo dados da Coupofy, detentora de um dos maiores bancos de dados sobre compras realizadas com cupons online, a expectativa para 2016 é de um aumento de até 40% para compras em dispositivos móveis.

A atualização no algoritmo de busca do Google

O Blog do Google para Webmasters anunciou oficialmente no dia 26 de fevereiro de 2016 a nova atualização no algoritmo de busca, conhecido como “Mobilegeddon”. Essa atualização trará, segundo o Google, duas grandes novidades: mais sites mobile e conteúdos de aplicativo nos resultados de busca.

O impacto desta nova implementação só virá a partir do dia 21 de abril, mas até lá já é possível fazer o teste de compatibilidade com dispositivos móveis para saber se seu site está de acordo com as diretrizes do Google. Com esta atualização, sites que não possuem uma versão mobile passarão a ter cada vez menos acesso, não só de buscas feitas em celulares e tablets, mas também em desktops.

Com este cenário fica óbvia a necessidade de se investir em estratégias mobile friendly para sua loja e-commerce. Existem duas formas de fazer isso: atualizando seu site para uma versão mobile responsiva ou criando um aplicativo para tornar mais fácil a compra. As duas são efetivas dependendo do seu público, tamanho do e-commerce e necessidades. Para empresas que desejam uma interface mais elaborada, a melhor opção são os aplicativos. Eles trazem a vantagem de serem desenvolvidos para um hardware e sistema operacional específico. Já a versão mobile do site traz a vantagem de não ser tão específica e fragmentada, oferecendo uma maior variedade de opções de busca, maior flexibilidade e alcance de público. A importância está em criar um bom design que permita uma ótima experiência do usuário.

Qual o dispositivo móvel mais utilizado por seu público?

O primeiro passo é descobrir a resposta para esta pergunta. Qual dispositivo móvel seu público mais utiliza para acessar seu e-commerce? Isso pode ser visto a partir de ferramentas como o Google analytics, por exemplo. Os acessos são feitos por celulares ou tablets? Qual sistema é o mais utilizado? iPhone, iPad, Samsung? Você precisa ver como seu site aparece em cada um destes dispositivos. Se seu acesso estiver muito alto em um dispositivo, mas com poucas conversões, o problema pode estar na visualização do seu site ou na usabilidade. Quando você localizar o dispositivo mais utilizado, você pode acessar sua loja pelo http://mobiletest.me/ para testar a visualização de seu site em diversos dispositivos.

Prepare o layout e interface para o usuário

Layouts com botões grandes, o mínimo de texto, rolagem e um checkout rápido são fundamentais para a conversão. Busque simplicidade ao criar o design de um site responsivo. Telas de dispositivos mobile tem espaço limitado. Deixar espaços brancos é bom para a visualização e ajuda a clicar em botões e links com facilidade. Esses botões devem ser pensados para dedos grandes e a navegação deve ser simplificada para apenas alguns cliques. Fique longe das pop ups e outros elementos que possam deixar a navegação lenta. Se for possível, simplifique as informações para a leitura se tornar mais dinâmica.

Os e-commerces estão crescendo cada vez mais em inovação tecnológica e alcance da nova geração de usuários e crescer junto com o mercado é fundamental. Você já conhece o Hub que pode te ajudar nisso?

CTA-MARKETPLACE-DEMONSTRACAO-ANYMARKET

Compartilhe esse artigo:

<<