capa de vender em marketplaces
Blog

5 estratégias para começar a vender em markeplaces e alavancar o seu negócio

21 de fevereiro de 2022 | Nenhum comentário

Vender em marketplaces é uma das melhores maneiras de alavancar um negócio online de forma rápida, com escalabilidade e segurança.

Esses canais ganharam força nos últimos anos e estão cada vez mais consolidados como um modelo de sucesso em vendas.

Em 2019, um estudo realizado em 15 países, incluindo o Brasil, mostrou que 95% dos consumidores que compravam online utilizavam marketplaces.

No ano seguinte, em 2020, o segmento apresentou um crescimento de 52% e ficou acima da média do mercado de e-commerce em geral, que cresceu 41%.

Em 2021, essa tendência foi consolidada com grandes marketplaces fortalecendo as suas marcas. Ao mesmo tempo surgiram diversos canais de venda menores, focados em nichos específicos.

Ou seja, independente do segmento em que você atua, é muito provável que seu cliente esteja buscando produtos em marketplaces.

Não criar uma estratégia de crescimento focada nesses canais, é perder a oportunidade de aproveitar uma grande tendência do e-commerce.

Neste artigo, você encontrará 5 estratégias fundamentais para começar a vender nos maiores marketplaces do Brasil. Confira!

1. Planejamento e estudo de mercado

vender em marketplaces

Antes de mergulhar no mundo das vendas em marketplaces, queremos que você saiba o que deve ser estruturado. Fazer um bom planejamento prévio é importante para ter sucesso nesses canais.

Primeiro, você precisa levar em conta quais são os aspectos que interferem na sua reputação e relevância dentro das plataformas. Para ajudar nessa etapa, fizemos um checklist dos pontos mais importantes:

Seleção dos produtos

A seleção dos produtos depende da estratégia que será adotada. Por exemplo, se você já tem um e-commerce e quer começar a anunciar em marketplaces, é recomendado dar prioridade a produtos curva A, ou seja, aqueles mais vendidos na sua loja virtual.

Se você tem uma loja física, no entanto, e alguns produtos estão parados sem giro, uma boa estratégia pode ser anunciá-los no marketplaces.

As plataformas permitem trabalhar com preços competitivos e aumentar a visibilidade para movimentar o estoque.

Escolha dos marketplaces

Atualmente, há inúmeras opções de marketplaces, tanto os generalistas como os de nicho. Para fazer a melhor escolha, você precisa estudar o mercado e entender quais plataformas se encaixam melhor com a sua marca.

Nesta etapa você também deve avaliar a concorrência e entender em quais canais o seu público costuma pesquisar e comprar. Essas informações são essenciais para vender em marketplaces.

Para negócios que possuem um nicho bem definido, o mais eficaz é a estratégia de anunciar tanto em canais generalistas quanto em plataformas segmentadas. A diversificação de marketplaces é sempre o caminho mais indicado.

Taxa de comissão para vender em marketplaces

Normalmente, os marketplaces não cobram um valor para criar os anúncios, somente uma porcentagem das vendas, esse valor é chamado taxa de comissão.

Essa taxa varia de acordo com a plataforma e também o tipo de anúncio, produto, frete e visibilidade. Esse valor deve ser incluído no seu planejamento financeiro.

Leia também: Como funciona a taxa de comissão dos marketplaces

Planejamento da estrutura logística

A entrega dos produtos é um dos pontos mais importantes da jornada de compra no e-commerce. Antes de começar a vender em markeplaces é necessário considerar toda a parte logística da sua operação.

Cada marketplace tem regras específicas sobre o tema. Alguns, inclusive, oferecem serviços próprios de entrega com diferentes modalidades.

Problemas no envido dos pedidos reduzem consideravelmente a relevância da sua loja no canal de vendas. A insatisfação do cliente ao receber o produto com atraso, ou nem receber o pedido, também gera muitos prejuízos à marca.

Portanto, esteja preparado para atender a demanda antes de começar a anunciar. Isso protegerá a sua reputação e garantirá que o cliente tenha a melhor experiência de compra.

2. Definição do público-alvo

Assim como deve estudar o mercado, também é importante entender o comportamento do seu cliente online.

Algumas perguntas que podem ajudar nesse processo são:

  • Em quais canais de venda ele está?
  • Ele costuma utilizar mais as redes sociais ou opta por pesquisas diretas no Google?
  • Quais são as suas preferências e prioridades?

Utilize esses e outros questionamentos para traçar o perfil do seu público online. Levante o máximo possível de informações que possam contribuir na assertividade dos seus anúncios e campanhas de venda online.

3. Organização de estoque

Ter um estoque organizado é imprescindível para dar conta da demanda de vendas em marketplaces. Quando você começa a anunciar em novos canais, naturalmente os pedidos aumentam e você precisa estar preparado para isso.

Pense na sua cadeia de suprimentos, fornecedores, matéria-prima e tudo o que for necessário para garantir a disponibilidade dos produtos.

O estoque é um dos pontos que irá impactar diretamente na sua reputação nas plataformas. A venda de produtos que não estão disponíveis ou o atraso na entrega geram avaliações e comentários negativos para a sua loja.

Garanta que a jornada de compra do seu cliente seja completa e satisfatória com planejamento e organização.

Para isso, o ideal é ter um sistema de estoque integrado. Nesses casos, a tecnologia é a melhor aliada para manter tudo funcionando de forma sincronizada e automática.

Tenha um bom sistema de gestão do estoque que gere informações em tempo real e gere segurança quanto à quantidade disponível de cada produto em cada marketplace.

4. Anúncios adequados às plataformas

A ficha técnica do produto é tão importante quanto as fotos do anúncio. Um cadastro ideal, adequado às regras e especificidades da plataforma, garante maior visibilidade e evita moderações e pausas.

Quanto mais detalhadas forem as informações, mais interessante se torna o seu anúncio. Você precisa pensar no cliente e não apenas no aspecto técnico. O que ele gostaria de saber sobre o produto antes de realizar a compra?

Assim como a descrição, o título também é relevante. O padrão mais indicado deve conter: Nome do produto + Marca + Tipo + Cor + Referência.

Além disso, é importante analisar se o marketplace tem limite de caracteres, para que o título não fique cortado.

Quer aprofundar o conhecimento sobre a aderência dos anúncios em um dos maiores marketplaces do Brasil? No vídeo abaixo você confere as melhores prática para conseguir as primeiras posições no Mercado Livre:

 

5. Ferramentas de apoio à operação multicanal

Quando você começa a vender em diferentes canais, é indispensável investir em ferramentas que apoiam a operação.

Contratar um ERP e um hub de integração com marketplaces será indispensável para sustentar o atendimento das demandas com eficiência e segurança.

O ERP é um sistema de gestão empresarial que concentra as atividades da loja, desde o administrativo até o operacional.

Já o hub integrador, centraliza e automatiza a gestão dos anúncios de todos os canais em um único painel. A estrutura do hub precisa ser compatível com a sua demanda e acompanhar o crescimento do seu negócio.

Com essa ferramenta você terá funcionalidades que otimizam as etapas do processo, como a precificação e a gestão do estoque. Além de obter dados para tomar decisões mais estratégicas.

Usar sistemas de apoio é a melhor maneira de evitar erros gerados por processos manuais e por falta de organização.

Quanto maior for a sua operação, maior será a necessidade de ter plataformas de gestão e otimização, indispensáveis para o crescimento do negócio online.

Conclusão

Vender em marketplaces é uma tendência consolidada. Quem deseja crescer no e-commerce precisa considerar uma estratégia que inclui esses canais.

Marketplaces são excelentes meios de ganhar a atenção e a confiança do consumidor. Além de melhorar a exposição da sua marca.

Como estamos falando de uma tendência forte, a concorrência nessas plataformas também grande.

Por isso, se você quer começar a anunciar e se destacar nesses canais, é importante planejar a operação de forma estratégica. A estrutura do seu negócio deve estar preparada para o crescimento.

banner para ebook vender em marketplaces

Compartilhe esse artigo: