O mundo dos artistas tem muito a nos ensinar, não apenas em questão de criatividade e de inovação, mas principalmente quando falamos de parceria. Se tem uma coisa que pode render holofotes, crescimento de carreira e muito dinheiro no show business são as parcerias! Quando bem montadas, estruturadas e com o lançamento certo, todos os envolvidos saem ganhando. 

No mundo corporativo, isso não é nem um pouco diferente. A parceria entre empresas, além de render ganho de mercado e maior reconhecimento, pelas indicações e demonstrações de produtos ao público-alvo pode render frutos financeiros para as organizações e se transformar em uma verdadeira máquina de ganhos.  

Comissionamento 

O primeiro ponto que pode tornar seu canal de parcerias em uma máquina de ganhos é com relação a comissionamento dos produtos que você vende. Hoje, muitas empresas têm vários tipos de parceria com comissionamentos que vão, desde de um % do valor total do produto até para comissionamentos vitalícios, de acordo com a mensalidade paga pelo cliente.  

É claro que ao indicar um produto para seus clientes, você não deve focar apenas no comissionamento que irá receber de seu parceiro, mas principalmente, se aquele produto irá ajudar seu cliente a crescer ainda mais e se desenvolver com relação a atividade que ele pretende ter. Lembre-se que o nome da sua empresa está em jogo quando você indica um parceiro. 

Entretanto, a partir do momento que o produto tem qualidade, que tem a ver com o core de seu cliente e que faz sentido ele fazer a aquisição dele, é de grande valia você sentar com seu parceiro e combinar um comissionamento, no estilo ganha a ganha. Ele ganha com mais um cliente para a carteira dele, reconhecendo a empresa no mercado, e você ganha um comissionamento pela indicação e a confiança do cliente.

Tome nota que é necessário você conhecer bem o parceiro, saber se o método de atendimento ao cliente é parecido com o seu e se o produto realmente tem qualidade antes de oferecer ao seu cliente, caso contrário, o que poderia ser um ganho e uma vantagem competitiva para a sua empresa, acaba se tornando uma grande dor de cabeça para você.  

Partindo desse ponto, a negociação deve ser justa para ambos os lados. Você não deve exigir muito do seu parceiro, pois você deve lembrar que ele tem um custo de aquisição de cliente ideal para a empresa se manter saudável, mas também ele deverá lhe pagar um comissionamento justo pelo esforço desenvolvido. 

O tempo em que esse comissionamento será pago também é importante e deverá ser negociado junto ao parceiro, para que assim, fique claro quanto você irá faturar com cada cliente e por quanto tempo. Aliás, o tempo de pagamento também deve ser acertado, se o comissionamento será pago todo mês, se ele será realizado apenas de seis em seis meses. Tudo isso deve ser acertado.  

Indicações 

O setor de parceria também deve ser bem estruturado a ponto de seus consultores de parceria terem parceiros que indiquem sua empresa e seu produto e/ou serviço.  

Assim como você ganhará comissão pelas vendas de parceiros, desenhe um modelo justo de ganha a ganha, onde a comissão paga pela sua empresa ao parceiro que lhe indica seja o suficiente para motivá-lo a continuar. 

Há empresas, como aqui no ANYMARKET que a representatividade do canal de parcerias é grande no faturamento total do setor comercial e isso pode acontecer em sua empresa. 

Tenha uma rede de parceiros fiéis, alimente-os com informações exclusivas, um canal de parcerias que dê chance deles crescerem e aparecerem cada vez mais para seus clientes e acredite, isso fará com que eles te indiquem e seus novos clientes, vindos desse canal, têm uma alta chance de permanecerem e confiarem no seu produto pela indicação.  

 

Eventos 

O canal de parcerias também tem que aparecer! Criar uma marca própria para a sua empresa e para o canal de parcerias é um dos truques que podem mostrar a força do seu canal de parcerias e fazer com que os parceiros saibam e entendam que ali, eles terão todo o respaldo e ganho necessário para suas empresas.  

É importante entender que sem um sentido, nenhuma empresa irá querer ser parceira da sua e sem se mostrar no mercado, nenhum parceiro verá sentido em lhe indicar, por isso, esteja presente em eventos, mostre o que você tem a oferecer para clientes e parceiros e coloque “seu time em campo”. 

Apresente seu plano de parcerias em eventos, converse com possíveis parceiros, conheça pessoas estratégicasestude a área e aproveite o momento mais descontraído para fechar essas parcerias, mas claro, não sem antes mostrar que você está ali para ganhar, junto com o parceiro.  

 

Sobre O Canal 

Um dos pontos mais importantes a ser colocado em evidência é que, quando falamos de canal de parcerias, você tem que mensurar bem os resultados que vem deste canal e por menor que sejam as comissões recebidas dos parceiros, elas têm de entrar para a lista de ganhos do setor.  

Dar a devida importância, com consultores especialistas em parcerias, um programa bem montado e com o esquema de ganha a ganha é essencial para que você e seus parceiros possam alçar voos maiores.  

Indicar parceiros a clientes e ser indicado não é problema nenhum e isso, ajuda você, sua empresa e a empresa do seu parceiro a ficar ainda mais conhecida no mercado e crescerem juntos, assim como grandes hits, afinal, divulgar para duas bases é ainda mais forte do que uma, imagina para um ecossistema inteiro! 

 Sobre a autora

Mayara Sueto é Analista de Marketing de Parcerias do ANYMARKET. Formada em Administração com Pós-Graduação em Marketing e Publicidade, atua há mais de 8 anos na área de marketing com empresas de tecnologia e há 6 na área de e-commerce.  

Compartilhe esse artigo: