A Black Friday de 2020 tecnicamente chegou ao fim, mas muito se engana quem pensa que as ações chegaram ao fim. Afinal de contas, agora temos as estratégias pós Black, além de toda a campanha de Natal e Planejamento Estratégico de 2021. Isso tudo porque o e-commerce não para!

Para você entender bem esse cenário, nós convidamos o Caio, Gerente de E-Commerce da CommCenter, para um bate-papo sobre as perspectivas do e-commerce agora que a maior data de venda do comércio eletrônico passou.

Estratégia é o mais importante para a Black Friday, antes e depois!

Todo mundo que está no universo do e-commerce sabe que a Black Friday não começa apenas na última semana do mês de novembro, e muito menos na última sexta-feira. Tudo deve ser planejado nos mínimos detalhes para que esta data seja realmente especial ao lojista e todos os envolvidos no projeto, tais como colaboradores, fornecedores, parceiros e clientes

Entretanto, também se engana quem acredita que a Black Friday se encerra à 00:00 do sábado! Tudo que vem a seguir ainda faz parte do planejamento da Black e deve ser pensado estrategicamente, a fim de evitar dores de cabeça e prejuízos, que podem tirar o brilho do faturamento desta data.

Sempre quis saber como outros e-commerces preparam suas estratégias pós Black, mas não tinha coragem de perguntar?

Então confira a nossa entrevista com a CommCenter!

ANYMARKET: Quais estratégias após a Black Friday são ignoradas pelas empresas, mas deveriam estar no planejamento?

Caio CommCenter: Depois da Black, é importante realizar uma análise da operação. Em momentos de alta de vendas alguns gargalos aparecem, sejam sistêmicos, operacionais ou até mesmo a capacitação de mão-de-obra que devem ser priorizados como metas para o futuro.

Comercialmente é importante tentar rentabilizar e não se iludir com os preços que foram praticados na Black Friday. Esses preços dificilmente são replicáveis ao longo prazo e podem colocar a perder toda a lucratividade da empresa. Não é hora de vender por vender a qualquer preço, a rentabilidade é muito importante para fechar bem o ano.

ANYMARKET: Quais são as medidas mais eficientes para lidar com a demanda que ocorre no dia do evento sem perder reputação?

Caio CommCenter: O mais importante é a preparação, e esta vem da análise e estratégias baseadas no ano anterior e em outros momentos de alto fluxo de vendas.

No geral, não recomendo nenhum tipo atuação com estoque virtual, mesmo para empresas que trabalham bem essa modalidade, o ideal é focar naquilo que tem em estoque, reduzindo assim os riscos.

Outro ponto importante são os sistemas. Testar suas integrações e ter um bom mapeamento do fluxo do pedido é essencial para entender e ter uma rápida atuação em caso de problemas durante o evento.

Por último e não menos importante, uma equipe motivada e comprometida faz total diferença.

Esses fatores, se bem trabalhados, vão gerar ações e reações rápidas a qualquer problema que possa prejudicar a reputação nos marketplaces e sites de índices de reclamação.

ANYMARKET: Quais são os motivos que levam uma loja a se destacar da outra no mercado de e-commerce?

Caio CommCenter: Dentre todos os motivos, está a saúde da operação. Não importa o quanto você fatura, se o seu número for positivo, certamente você terá um futuro bom e com isso vem as oportunidades e diferenciais.

Acompanhamos no mercado de marketplaces muitos concorrentes que surgem meses antes da Black Friday, vendem bem e no ano seguinte desaparecem no mesmo período. Esse tipo de sucesso de vendas não é sustentável a longo prazo. Por isso, entendemos que pensar no tamanho da sua empresa e medir seus investimentos é a parte mais importante.

Outro ponto que pode surgir como diferencial é ser dono da marca. Isso é muito legal, e se for atrelado a um bom trabalho de marketing, pode trazer grandes resultados futuros.

ANYMARKET: Muitas lojas pequenas estão entrando no mercado de e-commerce. Isso acaba inflando e criando preço canibalizado para certos produtos como eletroeletrônicos, pois a maioria dos empresários utilizam apenas as estratégias de frete ou preço para se destacarem dos seus concorrentes. Hoje, quais são as dicas de ouro que todo lojista, independente do seu tamanho, deve seguir para ter sucesso em seu negócio, sem precisar sacrificar financeiramente seu produto ou marca?

Caio CommCenter: Infelizmente temos apenas dois cenários possíveis: ou você trabalha com marca própria e investe em marketing ou você investe em preço. Quando atuamos em segmentos em que os concorrentes possuem o mesmo produto e marca, por melhor que seja o atendimento, o preço é o diferencial mais importante.

Já se você consegue ter o mesmo produto, porém com sua própria marca, pode gerar com o tempo e a experimentação do público, um consumidor assíduo e até mesmo torcedor dessa marca.

Mas não é o fim do mundo trabalhar por preço, no geral o começo é mais difícil, porém se dimensionar bem o negócio, você consegue economizar em pontos onde grandes empresas não conseguem mais, tais como sistemas, integrações, mão de obra entre outros, e isso se reverte diretamente no preço.

Outra boa opção, principalmente pensando em frete, é trabalhar de forma regionalizada e tentar atender com prazo reduzido boa parte do seu público.

ANYMARKET: Esta Black Friday exigiu alguma preparação diferente das outras devido ao cenário atual?

Caio CommCenter: Não, mesmo batendo recorde de vendas e mais que triplicando o ano anterior, tivemos uma Black mais tranquila que as demais devido as preparações advindas das lições da Black do ano passado.

A Black Friday só termina quando está tudo ok

Assim como o Caio descreveu, é importante que em todo o processo de planejamento da Black Friday, a empresa entenda que ela começa sim na última sexta-feira do mês de novembro (até uma semana antes para a maioria dos lojistas) e termina a 00:00 do sábado (para alguns lojistas vai até segunda-feira), entretanto, saber se todo o processo da sua loja virtual está correto e se há possibilidade de erros, e agir de maneira ativa ao invés de reativa é a melhor forma de garantir que o problema não será grande.

Um dos pontos esquecidos pela maioria dos lojistas é o período de entrega dos produtos, e principalmente a forma de envio. Pensar que seu prazo pode aumentar por conta do grande fluxo e entregas deve estar no seu planejamento. Caso você tenha se esquecido de aumentar os dias, e agora a entrega corre o risco de atrasar, fica a dica: entrar em contato com o cliente é essencial para manter a cordialidade e evitar problemas.

Outro ponto é com relação a desistência ou arrependimento dos pedidos por parte do cliente. Com o direito de devolver o produto em até sete dias úteis após o recebimento do produto, a logística reversa e a reembalagem desses produtos deve ser pensada nos mínimos detalhes para que você não corra o risco de perder a venda, além de ter prejuízo com o frete e ainda perder o produto.

Tenha em mente que a Black Friday só termina quando tudo estiver ok em sua loja. E quando ela termina, o ideal já é começar a planejar detalhadamente cada um dos seus pontos. O tempo é amigo da sua loja virtual nesse caso, e como citado por Caio durante sua entrevista, entender a peculiaridade de seu negócio e montar uma estratégia de acordo com o produto, marca e até mesmo a região em que atua, garantirá uma próxima Black mais tranquila.

E aí? Como foi sua Black?

 

Compartilhe esse artigo: