Vender online é saber do risco constante das fraudes no e-commerce. Além de cartões de crédito roubados, existe o chargeback para compras realizadas por pessoas que afirmam não ter feito o pedido e os pedidos feitos por pessoas relacionadas ao dono do cartão, sem que este tenha o conhecimento da compra.

O lojista que está fora dos marketplaces geradores de pedidos tem que arcar, de forma individual, com os custos de chargeback (estorno ou devolução dos valores da compra). A taxa de fraude comum para e-commerces atualmente é de até 1% do faturamento, mas junto com estes custos vem diversas outras preocupações.

O valor é apenas o começo das consequências que podem vir com fraudes no e-commerce. Conheça os problemas que podem afetar a sua loja quando ela está longe do escudo de e-commerces maiores nos marketplaces.

Destinar funcionários para lidar com os problemas

Existem diversos reflexos das fraudes no e-commerce e é preciso lidar com cada um deles para que não se tornem fantasmas depois. Problemas de conciliação, contestação, auditoria, recuperação e estorno irão precisar de um equipe especializada e responsável à frente. Ao proteger o seu negócio, é importante tomar cuidado para não tornar as exigências maiores do que as suportadas por seus clientes na hora da aprovação de pedidos para não perder em vendas.

Receber multas de operadoras de cartão

Ao crescer o número de fraudes no e-commerce para além da taxa aceitável ou de outras métricas, as adquirentes de cartão de crédito podem colocar sua loja em um programa de chargebacks. Depois do e-commerce ser notificado, se o problema não for corrigido, multas com altos custos das operadoras de cartão começam a ser enviadas. Para sair deste programa a loja deve normalizar o número de fraudes durante determinado período.

Perder o direito dos cartões

No caso do e-commerce ficar por muito tempo dentro do programa de chargebacks, as operadoras de cartão podem tirar o direito de receber pagamentos por determinadas bandeiras. O prejuízo de reduzir o número de formas de pagamento na sua loja será imenso.

Perder a confiança do consumidor

Entre todos os riscos, este é o maior. Ao passar por uma fraude em seu e-commerce, mesmo que o cartão clonado não seja culpa da loja, o cliente provavelmente ficará receoso em comprar em seu e-commerce. Pior do que isto, irá repassar esta informação aos seus familiares e amigos, gerando uma perda significativa na credibilidade de sua loja.

Todos os problemas causados por fraudes no e-commerce irão exigir tempo, energia e orçamentos altos que podem reverter em sérias consequências para a sua loja. Estes problemas são reduzidos drasticamente dentro de marketplaces geradores de pedidos, que assumem a responsabilidade pelos chargebacks. Entenda mais sobre as comissões dentro de marketplaces com o texto Modelos de marketplaces: o que você precisa saber sobre taxa de comissão.

Compartilhe esse artigo:

Comentários

comentarios