Homem realizando o controle de estoque do e-commerce em software.
Blog

Controle de estoque de e-commerce: 6 dicas para manter seu negócio organizado

29 de junho de 2021 | Nenhum comentário

Em função da expansão do mercado de vendas online, cada vez mais empreendedores têm se interessado em investir na sua loja virtual. Porém, muitos empresários acabam negligenciando uma etapa importante desse negócio – o controle de estoque de e-commerce.

Afinal, da mesma forma que ocorre nos estabelecimentos físicos, também é necessário investir no acompanhamento do fluxo de mercadorias da loja online para manter a saúde financeira da empresa em dia. 

Além disso, a gestão de estoque do e-commerce é fundamental para garantir a oferta de bons serviços e produtos ao consumidor. 

Vale lembrar que o cliente está cada vez mais exigente, tanto em relação a qualidade do produto quanto em relação ao atendimento da loja virtual.

Diante desse cenário surge a pergunta: como realizar esse acompanhamento do estoque de e-commerce de forma eficiente? 

Para responder essa pergunta, nos próximos tópicos você encontrará algumas dicas que vão te ajudar na gestão eficiente das suas mercadorias.

Antes de conferir as dicas, é fundamental esclarecer quaisquer dúvidas. Por isso, é importante começar pelo básico. Afinal, o que é controle de estoque?

O que é controle de estoque?

Equipe de trabalho recebendo produtos para o estoque.

A organização do estoque permite um processo mais otimizado.

Controle de estoque é o termo utilizado para se referir à manutenção de todo o fluxo de mercadorias dentro de uma empresa. 

Isso inclui todo o processo de compra de mercadorias e de armazenamento, bem como a comercialização de produtos.

Para que esse processo seja realizado com eficiência, é essencial que a empresa registre e fiscalize a entrada e a saída de mercadorias, de ferramentas e de equipamentos.

Além disso, é fundamental que o setor responsável pelo controle de estoque consiga analisar e prever as demandas para as próximas compras

Dessa forma, é possível manter o estoque sempre abastecido, de modo a evitar a escassez de produtos, o que pode gerar prejuízos econômicos à empresa.

Vale lembrar que todo o processo de codificação de mercadoria e de compilação de dados do produto, bem como a elaboração de listas e de métodos de venda e de armazenamento também são de responsabilidade do controle de estoque.

Homem realizando o empacotamento de determinado produto.

O controle de estoque permite monitorar todas as etapas na comercialização de determinado produto.

Outro ponto importante, que muitas vezes é negligenciado pelo setor, é a análise do feedback dos clientes. 

A avaliação dos consumidores sobre o processo de compra também é fundamental para otimizar o controle de estoque e adequá-lo às necessidades dos clientes.

Por que investir no controle de estoque de e-commerce?

A implementação de um controle de estoque eficiente permite que sua empresa alcance o equilíbrio financeiro. Aliás, esse é o principal objetivo para a realização desse processo. 

Afinal, a manutenção de um estoque gera custos que precisam ser devidamente calculados e balanceados para evitar a perda de mercadorias, a compra excessiva de produtos, erros na precificação, bem como a incompatibilidade entre relatórios e estoque físico.

Todos esses erros podem não só comprometer a folha orçamentária da empresa, como também afastar clientes insatisfeitos com os produtos ou com os serviços oferecidos.

Por isso, para que qualquer negócio seja bem-sucedido, é fundamental que seja realizado o investimento e a otimização nesse setor. 

E esse princípio vale não só para lojas físicas. O controle de estoque de e-commerce e de marketplace é ainda mais importante para continuidade e sucesso da empresa. 

Máquina realizando organização do estoque em galpão.

O controle de estoque é importante para estabelecimentos físicos e virtuais.

Afinal, a relação com o cliente ocorre de forma diferente, totalmente virtual, sendo que o consumidor pode publicar seus comentários sobre a empresa na própria plataforma de venda. Esse feedback é fundamental para a atração ou rejeição por parte dos clientes.

Além disso, a disponibilidade de produtos deve ser constantemente atualizada, assim como o processo de envio das encomendas.

Ou seja, sem o acompanhamento adequado do estoque, dificilmente uma loja virtual conseguirá se manter no mercado. 

Diante disso, percebe-se que, embora o controle de estoque seja um processo complexo e que envolve várias atividades, ele é uma parte fundamental para a gerência de um negócio, inclusive de um e-commerce.  

Dicas para realizar o controle de estoque do e-commerce

Como foi explicado anteriormente, realizar o controle de estoque do e-commerce é essencial para criar um negócio de sucesso. 

A dúvida é: como fazer isso? Nos próximos tópicos você irá conhecer algumas dicas que certamente vão te ajudar nesse processo.

1- Invista em tecnologias que auxiliam no controle de estoque

O gerenciamento de mercadorias envolve muitas etapas. Por isso, é fundamental utilizar ferramentas que te auxiliem nesse processo. Felizmente, já é possível encontrar vários softwares, pagos ou gratuitos, que realizam essa função de forma mais fácil e mantêm o seu negócio organizado.

Além disso, o empresário também pode utilizar a famosa planilha de controle, mas em um formato mais moderno. 

Dados do ERP na tela do notebook.

Atualmente, é possível realizar seu controle de estoque por softwares.

Afinal, já existem vários modelos de planilha de estoque de e-commerce disponíveis na internet, sendo que muitos deles são gratuitos. Portanto, basta escolher aquele com o qual será mais fácil se adaptar.

Vale lembrar que, para utilizar um bom software, é fundamental investir em um bom computador. Hoje, felizmente, não é mais necessário investir somente na opção de mesa.

Isso porque já existem diferentes tipos de notebooks, com diferentes propostas e com bom desempenho. Dessa forma, é mais fácil utilizar softwares de gestão e planilhas de estoque de e-commerce em qualquer lugar.

2- Faça o inventário das mercadorias

Após escolher a ferramenta que será utilizada para controlar o estoque da loja virtual, é fundamental organizar as mercadorias. Para isso, o ideal é realizar um inventário com o levantamento e a identificação de todos os produtos da loja.

No e-commerce, especificamente, é muito comum o cadastro de mercadorias com o SKU, que é um número de identificação que facilita a gestão do estoque.

Além disso, é necessário categorizar, descrever, quantificar e precificar os produtos disponíveis, incluindo o valor unitário de cada um deles, bem como o valor total.

No entanto, como o fluxo de mercadorias é constante, é importante lembrar que essa etapa de inventário não deve ser feita apenas uma vez.

O ideal é manter as informações sempre atualizadas para evitar o surgimento de problemas, como o esgotamento de produtos.

3- Invista em bons fornecedores e fique atento aos prazos

Encontrar bons fornecedores torna a vida de qualquer empreendedor mais fácil. Portanto, invista nessa parceria e fique atento aos prazos de pagamento, à logística e à entrega dos produtos.

Equipe de trabalho reunida em mesa de reunião.

Contar com bons fornecedores é fundamental para um estoque organizado.

Se o fornecedor consegue te entregar a mercadoria em pouco tempo um dia, por exemplo a preocupação com o prazo de entrega não é tão grande. Afinal, o produto pode ser reposto com rapidez.

Porém, se a mercadoria é enviada de lugares mais distantes e, portanto, possui um prazo de entrega maior, é fundamental realizar o pedido com antecedência. Assim, dificilmente o empreendedor terá que lidar com falta de estoque.

4- Planeje suas compras

Para realizar os pedidos ao fornecedor no momento certo, é fundamental realizar o planejamento de compras. 

Observando o fluxo de saídas de estoque do e-commerce fica mais fácil identificar um padrão de vendas e planejar a rotina de compras em diferentes intervalos de tempo (semanal, mensal ou semestral, por exemplo).

Vale lembrar que, durante datas comemorativas, como o Natal e o Dia das Mães, a venda de produtos tende a ser maior. 

Portanto, prepare-se para essas datas ou quaisquer outras épocas com aumento da procura por suas mercadorias.

5- Informe o consumidor

Por se tratar de um e-commerce, é fundamental manter o consumidor atualizado sobre o processo de compra e o envio do seu pedido. 

Isso inclui etapas como a disponibilidade de mercadorias, a aprovação de compra e de pagamento e o envio para a transportadora. 

Nessa etapa, enviar um código de rastreio de encomenda também é importante para que o cliente acompanhe a entrega do produto. Além disso, é essencial informar o consumidor se ocorrer algum problema durante esse percurso.

Todo esse cuidado é fundamental para evitar transtornos com o consumidor, o que pode gerar uma repercussão negativa para o e-commerce.

6- Integre o e-commerce ao marketplace

É importante lembrar que utilizar uma plataforma de e-commerce que possibilite a integração com o marketplace otimiza o processo de controle de estoque da loja virtual. 

Afinal, integrando as duas lojas, fica mais fácil reunir os dados do estoque, tornando sua gestão mais eficiente, já que os processos são automatizados. 

Portanto, se você também investe em marketplace, ferramentas de integração, como o ANYMARKET, vão te ajudar nesse processo. Quer saber mais sobre este hub? Clique na imagem abaixo e confira!

Clique para acessar a página de contato do ANYMARKET.

Compartilhe esse artigo: